Hora de repetir a dose de Laphroaig, mas dessa vez com o Laphroaig 18 anos! Conhecido por ser bem turfado, com uma boa dose de sal e por ter um caráter profundamente medicinal, é sim um whisky bem peculiar.

Whiskies com turfa são até comuns de se encontrar (talvez não aqui no Brasil, onde há muita limitação de opções), mas whiskies medicinais há realmente poucos disponíveis. Um whisky medicinal não significa que ele é um remédio, mas ele acaba lembrando, pelo seu aroma e/ou sabor, de remédio, pomadas, produtos de higiene, produtos hospitalares… É um tipo de whisky bem peculiar, que muitos consideram até estranho, e muitos outros acabam adorando! E o Laphroaig 18 anos segue essa linha medicinal. Resolvi degustá-lo e aproveitar para comentar, de forma bem superficial, de onde vem essa característica “medicinal”.

Assista ao vídeo abaixo, ou no canal do youtube!

4 respostas a “Degustando #026: Laphroaig 18 anos”

  • Fala Marcio blz? Cara muito boa explicacao…eu ainda nao provei whisky medicial mas tenho muita vontade de experimentar hehe…qto ao fato ai dos fenois agirem ou nao no nosso organismo essa questao vai ficar no ar mas que whisky em geral é digestivo é…pow depois de comer mto uma dose (pequena) de whisky pra ajudar na digestao é muito bom. Abs.

  • Fala Galdério!!! Estou com Laphroaig 10yo, era uma destilaria que tinha vontade de conhecer, confesso que decepcionou um pouco. Não achei muito harmonioso, ao sair a turfa não sobressaiu algo além de uma graminia/ferrugem. Vamos esperar chegar no meio da garrafa! Vai que, né???? Pra mim, anos longe do Lagavulin. abrasss. Editando: Escrevi depois assisti!!rsrsrrsr meras coincidências o texto com o vídeo.

  • Olá Marcio, excelente vídeo do Laphroaig 18 anos. sobre o blended Jonhie Walker Platinum, é um bom uísque?, ou vale mais um black label, ballantine 12 anos? levando em consideração os preços. qual destes é mais vantajoso em termos de sabor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *