Degustando #035: Johnnie Walker Blue Label

Diz o texto na embalagem que apenas 1 a cada 10.000 barris tem qualidade suficiente para ser um Blue Label. Isso promove uma perspectiva interessante, uma sensação de que o líquido dourado do Blue Label realmente é algo único, especial e possivelmente raro… Traduzindo: uma grande expectativa.

Essa expectativa esbarra sempre em preços que, para nós brasileiros, representam 1 ou mais salários mínimos. Aí começam as dúvidas: será que é bom, será que vale a pena, será que precisa ser especialista em whisky para poder provar e compreender toda a exclusividade que é o Blue Label?

Depois de um longo tempo sem gravar, é chegada a hora de discutirmos se o “Blusão” realmente é isso tudo! Espero que não me entendam mal, mas neste momento, não pretendo repetir essa aquisição.Veja mais sobre o que penso sobre o Blue Label no vídeo abaixo, ou no canal do youtube!